quinta-feira, 2 de abril de 2009

Vagas remanescentes na caravana!

Oi pessoal
Algumas vagas ainda estão abertas nos onibus que vão ao FISL, mas como houve lotação no hotel, vamos disponibiliza-las somente como transporte, sem direito a translados.
Incluso nestas vagas, estão:
Ida e volta de Onibus + Inscrição no evento.
Estas vagas são para os onibus saindo de São Paulo e Curitiba, não participam dos sorteios de brindes, nem do hotel.
No entanto, existem diversos hoteis naquela região, com preços variados.
O valor é de R$300,00 por pessoa, parcelado em 3x no boleto ou depósito bancário, e com pequeno acrescimo, em até 18x no cartão de crédito.
Quem desejar também os translados, o valor altera para R$350,00 A diferença, é devido ao “racha” do estacionamento e diária dos motoristas.
Assim que estes onibus lotarem, abriremos novos onibus, nos moldes da caravana completa.
Para maiores informações a respeito: juliapradouchoa@yahoo.com.br
Att
Juliana Prado Uchôa
Microsoft Student Partner
Líder do grupo CHANNEL TI

quarta-feira, 25 de março de 2009

Inscrições Abertas para o Student to Business



Oi pessoal

Estão abertas as inscrições para um treinamento grauito Microsoft

Não fique fora dessa


Link de inscrição : http://proform.msdnbrasil.tempsite.ws/public/Inscricao.aspx

Att

Juliana Prado Uchôa
Microsoft Student Partner
Líder do grupo CHANNEL TI

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Conheçam o CHANNEL TI no NING

Oi Pessoal

Agora nós temos uma página que simula a idéia do orkut onde todos podem inserir fotos,videos e todo o tipo de informação.

Visitem a página

http://channellti.ning.com/

Espero contar com a participação de todos

Att
Juliana Prado Uchôa
Microsoft Student Partner
Líder do grupo CHANNEL TI

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Cibercriminosos vendem dados de 21 milhões de alemães

 

Cibercriminosos que roubaram dados de contas bancárias de 21 milhões de cidadãos alemães estão pedindo 12 milhões de euros (US$ 15,3 milhões) pelo lote de informações.

De acordo com o site The Register, a ameaça de vender o pacote de dados no mercado negro é procedente e para provar a seriedade, os cibercriminosos teriam inclusive preparado um CD de demonstração com os dados completos (nome, endereço, telefone, data de nascimento e números bancários) de 1,2 milhão de contas.

Repórteres investigativos da publicação alemã WirtschaftsWoche afirmaram ter obtido o CD depois de se encontrarem com criminosos envolvidos no roubo, disfarçados de potenciais compradores para o lote.

A revista afirma que caso o lote seja vendido, três em cada quatro alemães podem temer desvio de dinheiro de suas contas sem qualquer autorização, ou até mesmo sem notar que aconteceu.

Com o preço, cada identidade valeria cerca de 55 centavos de euro, um valor baixo comparado ao cobrado por cada registro vendido em pequena quantidade no mercado, explicou um analista da Gartner Research, que afirma que informações de uma conta podem chegar a custar US$ 1 mil, noticiou o site ITWorld.

Fonte:Magnet

Att

Juliana Prado Uchôa

Microsoft Student Partner

Líder do grupo CHANNEL TI

Google espera dobrar vendas na América Latina

O Google espera mais que dobrar suas vendas na América Latina em 2009, apostando no potencial de crescimento da região apesar da crise mundial, disse na terça-feira o diretor regional da gigante da internet.

O Google tem um pouco mais da metade do mercado de publicidade online de toda a América Latina, estimado em 550 milhões de dólares anuais, disse à Reuters em entrevista Alexandre Hohagen, diretor para a região, citando um estudo da empresa Pyramid Reseach encomendado pela companhia.

De acordo com esse estudo, o mercado de publicidade na internet pode crescer a até 2,6 bilhões de dólares até 2013, e Hohagen considerou que a unidade que dirige pode mais que duplicar suas vendas no ano que vem.

"O prognóstico para o próximo ano é crescer mais de 100 por cento o negócio na América Latina", afirmou o executivo, que não quis divulgar cifras precisas sobre sua meta de vendas.

A unidade latino-americana representa cerca de 2 por cento do faturamento total do Google.

Para o executivo, a região tem um enorme potencial de crescimento, com cerca de 100 milhões de pessoas conectadas à internet, contra uma população total de 500 milhões de habitantes.

"Hoje temos uma média (de acesso à internet) de cerca de 20 a 25 por cento de penetração na região", afirmou. "Do ponto de vista da indústria da internet, a América Latina é uma das regiões mais interessantes e com mais oportunidades de crescimento que temos", acrescentou.

Fonte:Reuters

Att

Juliana Prado Uchôa

Microsoft Student Partner

Líder do grupo CHANNEl TI

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Extremistas islâmicos aprendem a usar a web

 

Os extremistas islâmicos estão sendo instruídos sobre como usar o site de vídeosYouTube para disseminar vídeos de propaganda, disse uma organização norte-americana que monitora atividades terroristas. Os militantes estão sendo encorajados a utilizar o site por meio de posts em fóruns islâmicos da Internet, de acordo com o SITE Intelligence Group.

Na semana passada, um extremista ofereceu instruções passo a passo sobre como postar vídeos no YouTube, que ele descreveu como "um dos mais famosos e maiores sites internacionais que publicam trechos de vídeos de todo o mundo".

As mensagens encorajam os leitores a postar cenas de forças ocidentais sob ataque, com o objetivo, afirmam, de "envergonhar os cruzados ao publicar trechos de vídeo que mostrem suas baixas, que eles vêm escondendo há muito tempo".

Os extremistas islâmicos há muito usam a Internet como ferramenta de comunicação com os simpatizantes e de distribuição de propaganda, mas os mais recentes posts mencionam especificamente o uso do YouTube pelos militantes, definindo o site como fácil de usar.

"Eu afirmo que o site do YouTube é um dos mais fáceis para gravar e subir os clipes", diz o post de instrução, que indica aos leitores o software de que poderiam precisar para postar vídeos na Internet. "Peço-lhes, por Alá, que assim que começarem a ler sobre este assunto, comecem a gravar no YouTube, e a editar e subir clipes nos sites de Jihad, nos sites islâmicos e em fóruns gerais", o post apela.

O YouTube, subsidiária do Google, não comentou de imediato sobre sua possível resposta ao tipo de vídeo descrito na mensagem. O site vem sendo muito usado como local para veiculação de vídeos controversos.

Em março, as autoridades paquistanesas ordenaram que os provedores de acesso à Internet do país bloqueassem o acesso ao YouTube depois que este veiculou material considerado insultuoso ao Islã.

Fonte:Reuters

Att

Juliana Prado Uchoa

Microsoft Student Partner

Lider do grupo CHANNEL TI

Um dos panoramas da crise

As duas principais empresas de pesquisa na área de tecnologia divulgaram previsões de queda nas vendas de PCs em 2009, diante do enfraquecimento da economia e do aperto de crédito.

Mais cedo nesta quarta-feira, a consultoria IDC informou esperar que a receita com venda de PCs caia 5,3 por cento no próximo ano, para 267 bilhões de dólares. Anteriormente, a empresa previa alta de 4,5 por cento nesse faturamento.

O analista do Gartner, George Shiffler, disse estimar que 2009 seja o pior para essa indústria nos últimos sete anos, com queda acentuada nas vendas de microcomputadores de mais alto preço.

O Gartner também se prepara para revisar para baixo sua estimativa de vendas para o próximo ano.

"Iremos assistir a uma série de disputa de preços na medida em que o mercado se deteriore", disse o analista em uma entrevista.

"Achamos que os fabricantes vão migrar seus portfólios para produtos de mais baixo preço ou reduzir os preços dos equipamentos. A receita com vendas irá sofrer".

Essa situação poderá afetar as líderes desse mercado Hewlett-Packard (HP), Dell, Lenovo, Acer e Apple, além da Microsoft, cujo sistema operacional Windows roda em mais de 90 por cento dos PCs de todo o mundo.

Shiffler, principal analista do Gartner, informou que a companhia deve divulgar uma projeção de que os gastos com PCs caiam 6,5 por cento, para algo como 230 bilhões de dólares, no próximo ano.

A nova projeção do Gartner deve ser de que as vendas cresçam 5 por cento em unidades, para 312 milhões de microcomputadores de mesa e portáteis (notebooks) no próximo ano, disse Shiffler.

Caso a economia continue a se deteriorar, os gastos globais com PCs poderão cair 10 por cento ou mais e as vendas em unidades poderão cair pela primeira vez desde 2001, ressaltou ele.

Fonte:Reuters

 

Att

 

Juliana Prado Uchôa

Microsoft Student Partner

Líder do grupo CHANNEL TI

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

DreamSpark - Uma Maneira de você estudar efetuar download de software de graça

A Microsoft está disponibilizando suas principais ferramentas de software para download gratuito. Para fazer o download você precisa ser estudante do nível médio ou superior e estar cadastrado no CIEE. Se você ainda não é cadastrado acesse o site CIEE e se informe como efetuar seu cadastro.

DreamSpark é simples.

É um programa para disponibilizar ferramentas profissionais para desenvolvimento e design a estudantes sem qualquer custo, para que você possa buscar os seus sonhos e criar o próximo grande avanço na tecnologia - ou simplesmente obter experiência em seu início de carreira.

Quem pode utilizar o programa?
DreamSpark está disponível a milhões de estudantes universitários ao redor do mundo. A lista de países continua a crescer a cada mês e pode ser vista durante o processo de verificação de estudante. No Brasil, o programa já está disponível.

O que eu  tenho que fazer para obter esse software? Nada demais, apenas selecione o produto e siga os passos abaixo.

  • Entre com seu  Windows Live ID. Se não tiver um, cadastre-se aqui.
  • Identifique-se como um estudante. O sistema trabalha em conjunto com escolas e organizações do mundo inteiro para confirmar o status de estudante. Apenas escolha seu país e escola/organização, digite e submeta suas informações.
  • Faça o download dos seus produtos. Devido ao tamanho desta ferramenta, os arquivos são bastante grandes. Portanto, certifique-se de que tenha banda e espaço em disco suficientes antes de baixá-los para sua máquina.

A lista de alguns Softwares que você encontrar no DreamSpark.

- Windows Server 2003

-SQL Server 2008.

-XNA Game Studio 2008

-Visual Studio 2005 e 2008

 

Bons estudos a todos

 

E usem e abusem desse recurso

 

Att

 

Juliana Prado Uchôa

Microsoft Student Partner

Líder do grupo Channel TI

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Sistema livre criado em SC 'imita' Windows e faz sucesso

Um sistema operacional livre produzido numa pequena cidade de Santa Catarina vem fazendo sucesso entre os internautas. O BRLIX já conta com cerca de 13 milhões de downloads em todo o mundo, menos de um mês depois de seu lançamento.

Criado por professores e alunos da Faculdade Metropolitana de Guaramirim (FAMEG), município de 30 mil habitantes localizado a cerca de 170 quilômetros de Florianópolis, o BRLIX GNU/Linux é a chamada "seqüência" de um projeto de pesquisa chamado FAMELIX, que já contou com 26 milhões de downloads em cinco idiomas.

O novo projeto, desenvolvido pela mesma equipe, conta com uma interface e recursos muito semelhantes ao Windows Vista. E nasceu com o objetivo de auxiliar no combate à pirataria e na inclusão digital de comunidades, segundo o professor David Emmerich Jourdain, alemão radicado no Brasil e um dos criadores do sistema.

"Vivemos diante de uma geração Windows. Muitas pessoas não conseguiram se familiar ao Linux devido aos seus comandos serem muito distintos", afirma. "Com o nosso software, utilizamos interfaces muito semelhantes, para que o usuário possa optar por softwares livres de forma natural".

O painel de controle e suas principais funções, o acesso às pastas e arquivos do computador e até a apresentação são realmente quase idênticos ao software da Microsoft. "Não competimos com o Windows, conhecido por 90% dos usuários de todo o mundo. Nos adaptamos para criar uma plataforma livre e convencer o usuário", diz o professor. "A diferença é que o BRLIX é de graça".

Segundo David, o software brasileiro apresenta alternativas que facilitam o aprendizado, além de permitir que usuários que já conhecem o Vista ou o XP não se sintam "perdidos" no novo sistema operacional. "Além de atender as necessidades da maioria dos usuários, o BRLIX pode reduzir sensivelmente os custos de iniciativas de inclusão digital, por exemplo, evitando o alto investimento em softwares proprietários", acrescenta.

Emmerich e os alunos criaram uma empresa, a Epidemus, para gerenciar a demanda do produto no mercado e continuar as pesquisas dentro da universidade. Eles já receberam boas notícias: redes de lojas como as Casas Bahia, no estado do Ceará, começaram a instalar o sistema nos notebooks vendidos na região. Contatos com fabricantes de computadores e celulares também estão sendo realizados, revela o professor, que se denomina anti-Windows por "ideologia".

O BRLIX chegou a derrubar um servidor da Universidade de São Paulo diante de quantidade de downloads de usuários. "Conseguimos que o governo de Santa Catarina nos cedesse um servidor para que os usuários baixem o sistema", explica.

"Não víamos muito sentido num projeto desenvolvido em nosso Estado estar disponível para download somente em servidores da USP", diz Paulo Luna, diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da secretaria de Desenvolvimento Sustentável do estado catarinense. "Como temos grande interesse na área tecnológica, passamos a apoiar o projeto".

O BRLIX, que tem como símbolo uma arara azul, está disponível para dowload no site www.brlix.com.

A semelhança no nome com Asterix, o fanfarrão herói dos quadrinhos, não é mera coincidência. "Somos como os gauleses que arrumavam encrencas com todos os grandes impérios", brinca Emmerich.

Fonte: Terra

Att

Juliana Prado Uchôa

Microsoft Student Partner

Líder do grupo CHANNEL TI

Ballmer vai depor em processo contra a Microsoft

O presidente-executivo da Microsoft, Steve Ballmer, vai ter que depor em um processo contra a empresa, relacionado ao programa "Vista Capable". Na ação, a Microsoft é acusada de ter enganado os usuários colocando o selo que dizia estar o computador capacitado para rodar o Vista em máquinas que não conseguiriam rodar as funções mais avançadas do sistema operacional.

Na última sexta-feira, a juíza Marsha Pechman não permitiu que os depoimentos fossem limitados aos de Will Poole e Jim Allchin - executivos que eram ligados ao desenvolvimento do Windows e já deixaram a empresa -, como a Microsoft queria, determinando que Steve Ballmer seja ouvido.

O CEO da Microsoft terá que depois por até três horas, em uma data ainda não determinada, mas dentro dos próximos trinta dias, decidiu a juíza.

Redação Terra

Att

Juliana Prado Uchôa

Microsoft Student Partner

Líder do grupo CHANNEL TI

Web: mercado negro de dados rende mais de US$ 270 milhões

A empresa de segurança Symantec divulgou nesta segunda-feira um relatório sobre o mercado negro de informações confidenciais na Internet. O levantamento analisa uma economia paralela online em que bens roubados e serviços relacionados a fraudes são comercializados regularmente. O relatório somou o preço anunciado por esses produtos e serviços, chegando a um valor de mais de US$ 276 milhões no período de um ano.

Cartões de crédito lideram
A categoria mais anunciada nesse mercado paralelo virtual é a das informações de cartão de crédito, que respondem por 31% do total. A facilidade de pagamento via cartão de crédito em compras online torna suas informações bastante suscetíveis a roubo e fraudes.

Segundo o levantamento, a maior parte dos números de cartão de crédito roubados é vendida por valores baixos, entre US$ 0,10 e US$ 25 por cartão. A média de limite dos cartões anunciados é superior a US$ 4 mil, resultando em um valor potencial de US$ 5,3 bilhões por todos os cartões de crédito.

Informações bancárias
As contas de banco ficam em segundo lugar entre os bens mais comercializados: representam 20% do total. As informações roubadas são vendidas por valores entre US$ 10 e US$ 1 mil. Juntas, as contas correntes anunciadas atingem um valor potencial de US$ 1,7 bilhão.

As contas bancárias são bastante visadas por criminosos devido à velocidade das transações e ao alto potencial de retorno.

Economia próspera
Esse mercado paralelo é bastante diversificado, reunindo tanto grupos organizados quanto criminosos que trabalham sozinhos. O estudo da Symantec detectou 45% dos servidores na América do Norte, enquanto a América Latina responde por 5%.

O mercado online de informações roubadas está prosperando, ressaltou Stephen Trilling, da Symantec. "À medida que esses indivíduos e grupos continuam a desenvolver novas ferramentas e técnicas para fraudar usuários legítimos do mundo inteiro, a proteção contra esses ataques torna-se uma prioridade internacional".

Fonte:Redação Terra

Att

Juliana Prado Uchôa

Microsoft Student Partner

Líder do grupo CHANNEL TI

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Resumo dos principais tópicos do PDC 2008

 

Oi Pessoal

O PDC 2008, o Professional Developers Conference, foi realizado em Los Angeles nos dias 26 até 30 de agosto contou com a presença de mais 6 mil profissionais focados na plataforma Microsoft, que assistiram dezenas de palestras sobre os mais diversos assuntos. Neste evento também foi apresentado o Windows Azure e o Windows 7.

Alguns destaques que tivemos durante o evento foram:

  • Apresentação da visão Software + Services e anúncio da platafoma de serviços sobre o Windows Azure, o novo sistema operacional para a nuvem, durante a abertura do evento por Ray Ozzie, Chief Software Architect da Microsoft;
  • Lançamento dos portais de serviços sobre o Windows Azure, que você encontra aqui;
  • Anúncio do SQL Services, para manipulação de dados na nuvem sobre a plataforma Azure. Veja mais aqui e aqui;
  • Anúncio dos serviços do Live Services. Veja mais aqui;
  • Anúncio do .NET Services, com seus componentes Access Control, Workflow Services e Service Bus Services. Veja mais aqui;
  • Anúncio do Dynamics CRM Services;
  • Anúncio do SharePoint Services;
  • Apresentação da tecnologia Messaging Overlay, que é responsável pelo controle de réplica de dados, particionamento de informações, confiabilidade e disponibilidade de dados sobre a infra-estrutura de datacentes da Microsoft. Esse assunto vai merecer um belo post no futuro;
  • Anúncio dos serviços de Identity através do Geneva Server, Geneva Framework, Microsoft Services Connector, Federated Gateway e Microsoft Identity Backbone. Veja mais aqui;
  • Anúncio do Windows 7, próximo sistema operacional da Microsoft para o enterprise. Veja mais aqui;
  • Anúncio do "Dublin", infra-estrutura integrada do Windows 7 para o tratamento e hosting de serviços WCF e WF, com gerenciamento, controle de deployment e monitoração. Veja mais aqui;

Muita informação, não é mesmo? Abaixo, algumas fotos, enquanto o conteúdo vai sendo preparado para o Brasil! Aguardem...

 

Fonte:Microsoft

 

Att

 

Juliana Prado Uchôa

Microsoft Student Partner

Líder do grupo CHANNEL TI

Manifesto contra o controle da web circula na rede

 

Um flash mob será realizado na sexta-feira para tentar impedir a aprovação da lei de controle da Internet, apresentada pelo senador Eduardo Azeredo e defendida pela Febraban (Federação Brasileira de Bancos), que está para ser aprovada esta semana pela Câmara dos Deputados.

A ação consiste em reunir um numeroso grupo de pessoas num determinado lugar por apenas alguns instantes para transmitir uma mensagem. De modo geral, o flash mob acaba tão rapidamente como começa e costuma reunir um número expressivo de participantes.

O flash mob contra a lei do senador Azeredo, organizado por vários ativistas e apoiado por Sérgio Amadeu, ex-presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação do Governo Federal (ITI), acontecerá na próxima sexta-feira (14) às 18h e contará com manifestantes que, durante 30 segundos, exibirão folhas de papel sulfite que contenham a inscrição "Não ao PL. Azeredo".

Por enquanto, estão marcados flash mobs para as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. Na capital paulista, aqueles que desejarem participar devem aparecer na data e horário combinados no canteiro central da Avenida Paulista, na altura do número 900, em frente ao Colégio Objetivo. No Rio de Janeiro, a manifestação ocorrerá em frente à Câmara Municipal, na Cinelândia. Instruções para os dois flash mobs podem ser conferidos pelo atalho shorttext.com/0hliq33.

Segundo um e-mail de Sérgio Amadeu que circula na rede, a idéia é incentivar o protesto e a ação ativa das comunidades e, além disso, diversos blogueiros devem cobrir a mobilização postando imagens e textos na web.

Ainda de acordo com o e-mail, "os artigos do projeto substitutivo do senador Azeredo implantam uma situação de vigilantismo, não impedem a ação dos crackers, mas abrem espaço para violar direitos civis básicos, reduzir as possibilidades da inclusão digital, elevar o Custo-Brasil de comunicação e transferir para toda a sociedade os custos de segurança que deveriam ser apenas dos bancos".

A luta contra a lei de controle já vinha sendo travada por meio de um protesto chamado "Manifesto em defesa da liberdade e do progresso do conhecimento na Internet Brasileira". Mais de 119 mil assinaturas foram incluídas. O texto do protesto pode ser visto no site Petition Online pelo atalho tinyurl.com/5bdxra.

Na Internet, é possível verificar a repercussão em diversos sites, como o Twitter e o Flickr.

Nesta quinta-feira, haverá uma audiência pública na Câmara dos Deputados, em Brasília, sobre o assunto. Convidado a participar, Amadeu diz em seu blog que levará "as preocupações da sociedade civil e da comunidade acadêmica para o debate com os deputados". A nota divulgando a audiência pública, no portal da Câmara dos Deputados, pode ser lida em tinyurl.com/5sx4rj.

Sérgio Amadeu era presidente do ITI - que tem como princípio realizar pesquisas tecnológicas - no início do governo Lula e foi muito importante na disseminação da idéia de software livre (que tem código aberto e pode ser usado e modificado por qualquer pessoa) no governo e mesmo na iniciativa privada.

Mais informações podem ser obtidas pelo blog de Sérgio Amadeu em samadeu.blogspot.com, ou por intermédio de seu e-mail pessoal, samadeu@gmail.com.

Fonte:Magnet

Att

 

Juliana Prado Uchôa

Microsoft Student Partner

Líder do grupo CHANNEL TI

Programa do Google permite tour virtual por Roma

Passear pelo Coliseu Romano ou pelo Ludus Magnus sem sair de casa já é possível graças a uma ferramenta lançada hoje pelo Google que permite viajar no tempo -virtualmente- até a antiga Roma.

 

O Google apresentou hoje Ancient Rome 3D para Google Earth, uma aplicação que recria em três dimensões 6.700 edifícios da Roma Antiga para que os usuários a percorram ou descubram seu interior como era no ano 320 Antes de Cristo (A.C.) durante o mandato do imperador Constantino.

Entre os monumentos que se incluem estão as Basílicas de Julia e a de Maxentius, o Arco de Constantino ou o Ludus Magnus, onde treinavam os gladiadores e do que hoje só ficam ruínas.

O programa, que pode ser baixado gratuitamente na Internet a partir de hoje, oferece também informação detalhada sobre muitos dos edifícios, elaborada por historiadores.

A aplicação foi possível graças a uma cooperação do Google, as universidades da Califórnia em Los Angeles e o Instituto de Tecnologia Avançada para Humanidades da Universidade da Virgínia.

"Esta conquista demonstra como a tecnologia pode ajudar a promover a cultura e a disseminar o conhecimento", escreveu Gianni Alemanno, prefeito de Roma, no blog corporativo do Google.

"A idéia de que a tecnologia virtual permite às pessoas experimentar a cidade como era no ano 320 A.C. me enche de orgulho, um orgulho que herdei do glorioso passado de Roma", acrescentou.

Paralelamente, Google lançou um concurso para professores de ensino fundamental e médio nos EUA a fim de que utilizem o Ancient Rome 3D como ferramenta educativa.

Fonte: EFE

 

Att

 

Juliana Prado Uchôa

Microsoft Student Partner

Líder do grupo CHANNEL TI

terça-feira, 4 de novembro de 2008

TECHED-Parte III

Conforme prometido estou escrevendo a terceira e última parte á respeito do TECHED BRAZIL.

No dia 16/10/2008 foi o último dia desse grande evento que marcou o cenário Brasileiro de TI pela discussão de novas tecnologias e também pelo fato da Microsoft ampliar o seu leque de negócios em diversas frentes tecnológicas com o marketing digital através de tecnologias com o Silverlight por exemplo.

O ùltimo dia de evento sabem como é né .Você chega acabando atrasada para a primeira palestra devido ao trânsito e cansaço.

Resolvo ficar passeando pelos stands enquanto eu aguardo a segunda palestra .

Neste passeio fiquei conversando com alguns colegas sobre o desenvolvimento de tecnologias móveis e de como a Microsoft lançou estragegicamente no primeiro dia do Teched Brazil a versão mobile do Silverlight e também de como a Microsoft está com firmes própositos em financiar projetos de pesquisa na área de intereoperabilidade e etc.

O tempo passou e aqui vou eu para a segunda palestra .

Acabei o foco da minha agenda de palestras e fui assistir uma palestra com o Engenheiro de Sistemas da Microsoft Steve Riley com o seguinte tema:

Privacidade>Onde,Como e Por que ?

Ele ressaltou o quanto estamos desprotegidos á partir do momento que nos conectamos á internet e que esta desproteção acarreta para as empresas prejuízos constantes.

Afirmou categoricamente que nem os profissionais de TI sabem o que todos os programas fazem.E que por esta razão ocorrem certas invasões imperceptíveis aos nossos olhos.

Falou de técnicas de segurança que são usadas na elaboração de softwares e tecnologias para gerenciamento de informações e etc.

Para saber mais informações á respeito deste tema tão vasto acesse o seguinte link:

http://blogs.technet.com/steriley/

A segunda palestra assistida foi com o seguinte tema :Construindo aplicações diferenciadas com o Composite Windows Presentation Foundation com o palestrante Marcelo Azuma.

Basicamente ele buscou explanar na palestra que devemos e podemos criar aplicações ricas e dinâmicas em ambiente windows pela facilidade de ser uma aplicação que vai ser executada em diferentes dispositivos e que não precisar ficar o tempo conectada.

Por isso falou da importância do conceito de cores,design e da utilização do kit de desenvolvimento chamado Composite que possue templates de aplicações para assim você poder visualizar a dinâmica do novo tipo de apliicações que os clientes esperam que nós desenvolvamos.

Para saber mais informações á respeito do tema acesse os seguintes links:

http://msdn.microsoft.com/pt-br/library/ms745781.aspx

http://msdn.microsoft.com/en-us/library/cc707819.aspx

A minha última palestra do dia foi com o seguinte tema: Microsoft Silverlight em Dispositivos Móveis com o palestrante José Antônio Leal de Farias.

Foram abordados os seguintes temas:

-Paradigmas do que virá pela frente em tecnologias para o desenvolvimento aplicações web.

-Panorama Atual do mercado web mobile

-Como desenvolver para mobile

-Como realizar melhores práticas neste desenvolvimento.

Para saber mais sobre os temas acesse o seguinte link:

http://www.sharpgames.net

 

Espero que vocês tenham gostado dos posts anteriores á respeito do Teched Brazil e que eles tenham auxiliado nessa busca incessante pelo conhecimento.

 

Sorte á todos

 

E aguardem mais posts sobre tecnologia Microsoft.

 

Att

 

Juliana Prado Uchôa

Microsoft Student Partner

Líder do grupo CHANNEL TI

TECHED-Parte II

Conforme prometido estou escrevendo a segunda parte á respeito do TECHED BRAZIL.

No dia 15/10/2008 foi o segundo dia do evento e começou com o gás total.

Assisti a primeira palestra a respeito de Data Mining no SQL Server 2008 com o palestrante Alexandre Nardi.

Na palestra se buscou apresentar a idéía do Data Mining para o desenvolvimento de aplicações,explicar os conceitos e terminologias de DM,visão de algoritmos de DM, O conceito de aplicações inteligentes, uma melhor exploração do conceito de DM em nossas aplicações, como aumentar a produtividades reduzindo a escrita de código e etc.

Mas, na realidade o que seria esse termo Data Mining e qual seria o seu objetivo.

O Data Mining é a análise de dados para detectar relações ainda não descobertas.

Os resultados de um processo de data Mining incluem: associações, correlações, sequências, classificações, clustering e previsões.

E possue os objetivos de exploração de dados,encontro de padrões e Revisão.

Para realizar esta seqüência de ações apresentada acima o data mining usa uma combinação de estatística,análise probabilística e tecnologias de banco de dados.

E este conceito há pouco mais de 20 anos na área de banco de dados.

Na apresentação foi comentado que existem diversos de tipos de análise para a elaboração do data mining nas aplicações e por isso irei comentar um desses tipos de análises.

Análise preditiva(previsâo)

Esta tem como objetivo a busca por clientes rentáveis,entendimento da necessidade do cliente,antecipação da movimentação dos clientes,previsão de vendas e inventário(estoque),desenvolvimento de campanhas de marketing efetivas,deteccção e prevenção de fraudes,correção de dados durante o processo de transformação e extração de dados.

Irei ilustrar através de um exemplo o conceito explanado acima.

Ex: 62% dos compradores de guaraná compram pipoca.

Para se criar aplicações mais inteligentes se precisa validar os processos do negócio ou seja deteccção antecipada de falhas),melhorar a interface com o usuário baseado em seu comportamento passado com a aplicação,validação de entrada baseada em dados aceitos e não em regras fixas,realizar uma programação preditiva porque ela visa fazer com que o comportamento da aplicação evolua seguindo o modelo de data mining e estes fatores influenciadores do data mining são eventos ou seja ações do mundo real.

Foi mostrado um panorama para o desenvolvimento de aplicações Data Mining . (Passado x Presente)

-ferramentas de DM são caras

Por isso a Microsoft pensou em oferecer no SQL Server 2005 as funcionalidades de DM.

Há uma integração entre o SQL Server(Versão 2005 e Versão 2008) e também outros produtos incluindo o Excel.

Para se construir uma aplicação DM(Data Mining)usando o SQL Server temos de seguir o seguinte roteiro.

01-Ter o instalado o SQL Server 2005 ou 2008.

02-Ter o Visual Studio 2005 ou 2008.

03-Entender o conceito de DM.

04-Utilizar o Integration Services(recurso presente no Visual Studio 2005 ou 2008).

05-Utilizar o Analysis Services(recurso presente no Visual Studio 2005 ou 2008).

06-Utilizar o Reporting Services(recurso presente no Visual Studio 2005 ou 2008).

Agora vamos visualizar a arquitetura do DM(Data Mining no Servidor)

image

Resumo do conteúdo apresentado

-Prepare o Banco de Dados para a Mineração.

-Creine o modelo de DM (Data Miming) em seus dados.

-Atualize e valide o modelo periodicamente á medida que o dado evolua.

-Os Algoritmos podem e devem ser feitos no editor do SQl Server .

-No SQL Server já existem modelos de exemplos de mineração use e abuse dos mesmos.

Para quem desejar visualizar a exemplificação do conteúdo da palestra acesse o link:

http://www.sqlserverdatamining.com/datavalidation

Na segunda palestra assistida do dia foi a LINQ To SQL : Detalhes e prática com o palestrante com o Rogério Moraes.

Os tópicos tratados foram:

-Evolução do ADO.NET.

-Novidades do ADO.NET 3.5.

-Introdução ao conceito LINQ TO SQL .

Para se familiarizar mais sobre cada tópico acesse o seguinte link:

http://www.microsoft.com/sqlserver

No Teched deste ano houveram palestras curtas chamadas sessão de almoço e entre tantos temas acabei elegendo o seguinte tema:Como utilizar o Microsoft Silverlight e AJAX em seu Sharepoint com os palestrantes Alex Schultz e Aline Maia ambos funcionários Microsoft.

Os tópicos tratados foram:

-Silverlight 2 e Sharepoint

-Transferindo dados entre Sharepoint e Silverlight

-DataBinding

-Trabalhando com Media

-ASP.NET AJAX e Sharepoint 2007 SP1

-Java Script Extensions

-UpdatePanels

-ASP.NET Control Extenders

Para se familiarizar mais sobre cada tópico acesse o seguinte link:

http://www.microsoft.com/sharepoint/default.mspx

Na quarta palestra da maratona de palestras migrei de palestras de desenvolvimento windows para a seguinte palestra:

ASP.NET AJAX com o palestrante Fernando Cerqueira.

Foi uma palestra que buscou passar a seguinte mensagem que os desenvolvedores que desenvolvem para a web necessitam estar alinhados com os novos conceitos de AJAX ao querem desenvolver em ASP.NET para exploração de recursos e dinamização de processos do ciclo produtivo da solução

Para se familiarizar com o conceito acima acesse o seguinte link:

http://msdn.microsoft.com/en-us/asp.net/default.aspx

As duas últimas palestras assistidas foram Construa aplicações ricas usando o SIlverlight versão 2 -Parte I e II com o palestrante Mauro Sant'Anna.

Estas duas palestras abordaram os seguintes tópicos

-O que seria Silverlight

-Introdução ao conceito de aplicações ricas

-A criação de uma aplicação passo a passo com o uso do Silverlight,Blend e outras tecnologias Web Microsoft.

-Funcionamento do Blend

-Funcionamento do Deep Zoom

Para se familiarizar com o conteúdo apresentado acima acesse o seguinte link:

http://www.silverlight.net

Demos

http://catalog.video.msn.com/

Este foi o meu segundo dia de TECHED Brazil 2008 e espero que todos aproveitem as dicas das palestras.

 

Juliana Prado Uchôa

Microsoft Student Partner

Líder do grupo CHANNEL TI

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Teched 2008 -Parte I

Como havia dito no post anterior irei postar uma série de posts á respeito do TECHED 2008 que foi um evento que trouxe informações revelantes sobre as tecnologias Microsoft.

No dia 14/10/2008 eu assisti a várias palestras e irei contar o que foi explanado em cada uma delas e a primeira palestra do dia foi Utilizando o Microsoft Blend com o Microsoft Visual Studio 2008 - do ponto de vista do Desenvolvedor com o palestrante Marcelo Negrini.

Nesta palestra ficou evidente que nós desenvolvedores temos de conhecer um pouco design e arquitetura de aplicações web para podermos construir aplicações que proponham um ambiente mais agradável e acima de tudo eficaz para se trabalhar.

Para você iniciar o desenvolvimento de aplicações com este conceito você tem de ter instalar o Microsoft Blend, Visual Studio 2008 e o plug-in do Silverlight Tools for Developers.

A interface das aplicações feitas com o Blend são descritas em XAML( (pronuncia-se "zamel"), (sigla de eXtensible Application Markup Language) que e é a principal linguagem de interface da Microsoft para o Windows Vista usada para criar interfaces de usuário de forma simples e rápida e é baseada em XML.

Para em um ambiente Windows ter o total aproveitamento dos recursos gráficos existentes na Web contamos com o WPF(Windows Presentation Foundation) recurso que foi inserido na versão 3.0 do framework .NET e tem como objetivo aproveitar o hardware disponível nas máquinas mais novas, o que não acontece atualmente, uma vez que só utilizamos a placa aceleradora em aplicativos específicos como jogos. E é também responsável por gerenciar recursos como: Interface do usuário, imagens 2D e 3D, Impressão, além de recursos de áudio e vídeo.

Dando seqüência ao conteúdo apresentado foi falado que a aplicação em WPF independe de resolução porque através do Blend trabalhamos com hierarquização de objetos e não com árvores de objetos como é feito no Corel Draw e isto pode ser visualizado com o recurso LayoutRoot que diz aos objetos qual é o seu posicionamento e sua função dentro da aplicação.

Ainda no Blend temos outras propriedades que auxiliam neste trabalho que seriam o StackPanel que empilha os objetos,WrapPanel que acaba com essa questão de quebra de linha e coluna,DockPanel que estrutura os elementos da página,Skins que possibilitam a troca de cor instantãnea e os Resources que são dicionários de recursos.

Para quem deseja desenvolver com o Silverlight no ambiente móvel pode ficar sossegado porque já existe a versão Mobile para Download no seguinte link:

http://www.microsoft.com/downloads/details.aspx?FamilyId=1F61C78A-6AE2-4D8C-993C-3CA341FAD70A&displaylang=en 

Este foi um resumo breve dos conceitos mais revelantes apresentados na primeira palestra assistida e agora irei comentar á respeito da segunda palestra que assisti.

A segunda palestra foi Melhores Práticas com a Linguagem C# 3.0 com o palestrante Alfred Myers.

Este tema resume o que se deve adotar quando estamos em um ambiente de desenvolvimento porque estamos acostumados por comodismo escrevermos códigos sem a devida estruturação para ele ser documentado,fazermos declaração de variavéis sem a devida análise de onde ela vai ser inserida e mais outras práticas errôneas.

Por isso temos de decompilar o nosso código para analisarmos linha a linha o comportamento do mesmo e existem para download vários decompiladores.Mas,eu recomendo que efetuem o download RedGate´s .NET porque ele possibilita a visualização em frameworks anteriores e com isso você pode verificar que adaptações podem e devem serem feitas quando você realiza a migração de um código da versão do VStudio 2003 para a versão 2008 por exemplo.

Abaixo seguem uma pequena lista de boas práticas de desenvolvimento com a linguagem C#.

-Adote o uso do Jitter em propriedades implementadas automaticamente porque ele proporciona um bom desempenho no uso de campos.

-Se os campos forem públicos use as propriedades e não os campos diretamente porque adotando esta prática você ganha em melhora de performance.

-Infira o tipo da variável no lado direito e dessa forma a IL(Intermediate Language) poderá transformá-la no tipo desejado.

-Quando não tiver explicito o resultado da variável busque escrever o tipo da variável.

-Quando for inicializar um objeto use o inicializador composicional para evitar a proliferação de sobrecargas e construtores.

-No construtor da Classe busque sempre colocar os parâmetros neceesários para a classe pelo fato de no construtor termos somente a inicialização de dados somente leitura.

-Usar o extensions quando quiser usar o left e o right em sua classe.

-Quando usar o Extension Method declare o namespace em outra classe.

-Não use os métodos de extensão em todos os objetos e quando eles forem usados faça-os se comportarem como métodos de instância.

-Quando for declarar eventos em seus objetos use expressões do tipo lambda para o código se torna fácil de entendimento e ainda facilitar a sua manutenção.

-Só usar tipos anônimos em variáveis locais.

-Toda classe tem de ter um nome.Porém quando a mesma é tipo do anônima o CLR(Common Language Runtime) gera um nome a ela no momento da compilação e ai usa o Generics para especificação das características de uma classe anônima.

-Nos métodos parciais o tipo de retorno tem de ser void.

-Eventos do tipo público não devem ter o void como retorno.

-As classes parciais estão no mesmo assembly ou seja estão no mesmo projeto.

-Quando for usar LINQ em seu projeto em C# tenha em mente que você pode IENUMERABLE em suas expressões do tipo query.

Este foi um resumo breve dos conceitos mais revelantes apresentados na segunda palestra assistida e agora irei comentar á respeito da terceira palestra que assisti.

A terceira palestra foi VB.NET -Melhores práticas,Dicas e Truques com o palestrante Thiago Cruz.

Ele abordou a questão da Migração do VB 6.0 para versão 9.0 ou seja VB.NET,LINQ,Queries e Refactoring e agora irei detalhar cada tópico.

Quando pensarmos em estratégias de migração temos de levar em consideração o quanto a mesma vai afetar a regra de negócio e a qualidade da aplicação.Por isso o modelo que mais leva em consideração estes itens seria o horizontal.Porque nele não mudamos a Interface do usuário logo de cara e nem a lógica e sim os dados e o tratamento dos mesmos.

Porque assim não afetamos de modo radical a experiência que o usuário tem com a sua aplicação e a migração é realizada aos poucos e de forma gradual não prejudicando os processos existentes no negócio de seu cliente.

Pensamos nesta questão a Microsoft tem um toolkit que trata exatamente dessa questão por isso efetue o download do Microsoft Interop Forms Toolkit 2.0 para assim conseguir efetuar de forma prática o conceito apresentado acima.

Ressaltou a importância de usar o Refactoring porque ele auxilia na produtividade na declaração de variáveis por exemplo.

Irei listar algumas boas práticas que devem ser seguidas para o desenvolvimento de aplicações em VB.NET.

-Transformar métodos em propriedades e vice-versa.

-Sempre trabalhe como parâmetros.

-Reordene os parâmetros de acordo com os dados que estão na base de dados.

-Em relação ao uso de Interface mova os dados da mesma para um "arquivo".

Na versão 9.0 temos uma lista de novidades que serão listadas abaixo.

-Você pode atribuir valor a um objeto através de XML.

-Com o uso LINQ  você pode possibilita que múltiplas linguagens acesse objetos.

-Com o LINQ to Sharepoint você disponibiliza os dados através do TaskPanel no Office.

-Com o uso do LINQ você acessa tabelas através de um objeto DATABASE.

-Existe o recurso XML Case Sensivity.

-Você possue ainda expressões do tipo Inline XML.

-Você dinamizar suas pesquisas através do recurso integração de queries.Mas,para isso você tem de efetuar o download da ferramenta XML To Schema Tool For VB 2008.

-Tendo a ferramenta acima instalada se pode entregar os atributos XML em elementos Schema e com isso adicionado eu enxergo este conteúdo em meu projeto.

Este foi um resumo breve dos conceitos mais revelantes apresentados na quatra palestra assistida e agora irei comentar á respeito da última palestra que assisti.

A última palestra assistida foi A Ciência por trás da criação das grandes experiências da Microsoft com o palestrante Alex Souza.

Nesta palestra pode entender o que temos de fazer para os clientes que vão comprar a nossa idéia de software se sentirem saitisfeitos e produtivos em seu ambiente de trabalho.

Quanto mais ia assistindo a palestra ia percebendo que nós desenvolvedores não percebemos o impacto desses detalhes no resultado final de um software.Por exemplo:Quando você parou para perceber o quanto de distância de uma tecla a outra que vai ser pressionada para a realização de uma ação ou número de cliques que se tem de ter realizar afeta a experiência do usuário em relação ao nosso software ?

Por isso foi falado na palestra que a geração de complexidade desnecessária pode gerar a distração em relação a tarefa a ser executada e isto cria uma péssima impressão para o usuário.

Pensando nesses tipos de falhas ocasionadas no desenvolvimento de um software irei listar alguns itens a serem levados em conta nesse processo de criação e concepção de um software.

-Crie modelos de objeto que estabelecem precedência no mundo físico.

Por exemplo quando criar uma aplicação que tenha o objetivo de ser um livro ou caderno de receita virtual crie algo que arremeta ao público - alvo desse sistema a idéia de escrever e guardar receitas.

-Entenda que o cliente não é técnico o quanto você é que ele prefere interfaces que simples ou do que algo conceitual.

Por exemplo para um especialista em lápis a denominação científica lhe é interessante.Mas,para o restante de nós é importante e revelante é saber que ele escreve e desenha coisas.

-Busque apresentar informações com clareza.

-Evite contraste de cores fortes.

-.Busque testar a resolução em um monitor inferior.Porque se nele a sua aplicação ficar com um visual bom tenha certeza que em qualquer monitor a resolução estará boa.

-Não use mais que dois tipos de fontes em seus projetos.

-Estude antes de tudo quem será o público-alvo que utilizará o software para assim você pode desenvolver uma identidade visual de acordo com este item.

Para se aprofundar melhor sobre este tema.

Acesse o link:

http://colourlovers.com lá você pode ver vários templates prontos de contrastes de cores e outros itens e ainda poderá criado o seu e pedir a opinião e porque não ajuda dos membros desta comunidade.

Enfim este foi o meu primeiro dia de TECHED.

Espero que este post auxiliem a todos a entenderem o que foi o TECHED e de como auxilia os profissionais a ampliarem as suas concepções e visões.

 

Juliana Prado Uchôa

Microsoft Student Partner

Líder do grupo CHANNEL TI

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Abertura do Teched

No dia 15/10 na abertura deste evento que reúne profissionais de TI e Dev que acontece nos EUA geralmente em Maio ou Junho e desta edição podemos dizer que a Microsoft Brasil sintetiza as melhores palestras das áreas de TI e Dev e elaboram a edição Brasileira do mesmo.

Neste evento a palestra mais esperada seria do Steve Ballmer CEO da Microsoft.

Durante o evento Ballmer buscou ressaltar o conceito software + service ou seja o que a Microsoft entende por conceito da nuvem e ainda aproveitou para comentar sobre o IT Dynamic,Hyper-V(Virtualização) , Máquinas Virtuais existentes no VMWare,VOIP,serviços inteligentes que podem ser configurados juntamente com VOIP ou seja você acessa suas mensagens do Outlook através de um serviço de caixa postal que lê as mensagens para você.Porém este recurso só está disponivel em um tipo especifico de aparelho.

Deixou a seguinte mensagem que os desenvolvedores deviam pensar na Interface que vem desenvolvendo para os seus clientes porque o software não é mero artefato e sim o conceito que a empresa leva os clientes e parceiros.

Por isso a importância de se planejar bem a Interface do mesmo e focou bastante na questão de pararmos de ver com o seu certo pragmatismo a questão de desenvolvimento para dispositivos movéis e saltarmos a frente do nosso tempo e estudarmos veêmente este tipo de desenvolvimento.

Porque a idéia que temos o que é computador vem se modificando ao longo dos anos e segundo o que foi dito em sua apresentação de abertura daqui a algum tempo qualquer dispositivo terá a função de um computador e por isso quem quiser manter-se na dinâmica do mercado terá de enxergar o conceito de mobilidade com outros olhos.

E mais conceitos foram comentados e apresentados a todos que lá estiveram .

Por isso convido a todos a assistirem os seguintes videos :

Apresentação de Ballmer no TECHED Brasil - Parte I

Parte II

Parte III

Em breve será postado em detalhes todos os detalhes do TECHED Brasil 2008 aguardem novos posts.

Espero que gostem deste post e dos vídeos apresentados.

Até mais

Juliana Prado Uchôa

Microsoft Student Partner

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Redes sociais mudaram a Internet, diz diretor do MySpace

Desde o final dos anos 90, os sites de relacionamento social vêm crescendo e se tornando cada vez mais populares. Mais do que isso, mudaram completamente o funcionamento da Internet e o modo como as pessoas se comunicam. Esta é a visão de Travis Katz, diretor do MySpace International e da Fox Interactive Media, que veio pela primeira vez ao Brasil para o evento Digital Age 2.0, em São Paulo.

Em entrevista ao Terra, Katz disse que a maior conseqüência das redes sociais foi terem aberto espaço para as pessoas se expressarem. "As pessoas podem criar sua própria página, personalizá-la, postar seus vídeos, mostrar quem elas são", disse Katz, frisando a importância disso na vida social dos usuários.

As redes sociais mudaram também a relação dos usuários com a Internet e com outros meios. Segundo Katz, esses sites oferecem recursos que têm levado as pessoas a substituir o uso de e-mails ou da televisão, por exemplo.

Música e experiência social
O MySpace é uma comunidade online que se destaca pelo espaço que dá à música e por ser um modo de divulgação usado por muitos artistas independentes. Katz diz que o objetivo é criar uma "experiência social em torno da música" e ressalta que o MySpace tem investido com força nesse aspecto - na semana passada, por exemplo, lançou um site de música em parceria com grandes gravadoras.

Com mais de 100 milhões de usuários em todo o mundo, o MySpace tem uma versão brasileira desde o final de 2007. Katz disse que "o Brasil é um dos países mais interessantes para nós" e acredita que ainda há bastante espaço para crescer.

Pensando no futuro
Expansão, aliás, é a principal meta do MySpace. A empresa tem trabalhado em um "ritmo intenso", segundo Katz, para lançar novos recursos e ferramentas em curtos espaços de tempo.

Esse ritmo rápido e a diversificação nas redes fazem parte também de como Katz enxerga o futuro das comunidades online. "Mas o principal", disse, "é que as redes sociais serão mais e mais interativas".

Fonte:Redação Terra

Att

Juliana Prado Uchôa

Microsoft Student Partner

Líder do grupo CHANNEL TI

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Att

Juliana Prado Uchôa

Microsoft Student Partner

Líder do grupo CHANNEL TI

Tudo na Internet será de graça, diz Chris Anderson

Impulsionado pelas tecnologias relacionadas à Internet, um novo modelo econômico vem crescendo ao longo da última década e definindo o futuro dos negócios. Um mercado caracterizado pela gratuidade dos produtos é a base da tese defendida por Chris Anderson, editor da revista Wired e autor do best-seller A cauda longa, que esteve em Porto Alegre para falar no IV Fórum de Internet Corporativa.

"Zero é o novo modelo econômico", disse Anderson durante a palestra. "Tudo o que estiver online, mais cedo ou mais tarde, será de graça". Ele usa como exemplo o conteúdo gratuito de jornais online - que costumavam ser pagos -, a enorme ou até infinita capacidade de armazenamento oferecida sem custo algum em serviços de webmail, ou ainda a música distribuída por bandas pela Internet.

Gratuito, porém, não significa que não haja custos. "É gratuito porque alguém paga por isso", explica Anderson, comparando o modelo a transmissões de rádio ou televisão, em que a publicidade assume os custos em troca da atenção da audiência.

O modelo econômico "gratuito" é dividido por Anderson em duas tendências. Na primeira, o produto é oferecido de graça, mas leva o consumidor a comprar outro do mesmo fabricante. A companhia aérea irlandesa Ryanair é um exemplo usado por ele. As passagens chegam a custar US$ 20 (cerca de R$ 40), mas a companhia cobre o custo da viagem cobrando pela bagagem despachada, pelas refeições que são vendidas durante o vôo, etc.

A segunda tendência se baseia no fato de que o preço de qualquer coisa relacionada a redes digitais diminui muito rapidamente. Um transistor, exemplifica Anderson, custava dezenas de dólares na década de 1960, e hoje chega a custar 0,000001 centavos de dólar.

"Estamos entrando em uma era em que o gratuito será a regra, e não uma anomalia", escreveu o autor na edição de março da revista Wired.

Essa discussão será explorada em Free, próximo livro de Chris Anderson, com lançamento no mercado americano previsto para junho de 2009.

Chris Anderson veio a Porto Alegre como o grande destaque, ao lado de outros sete palestrantes, do IV Fórum de Internet Corporativa, realizado pela AGADi (Associação Gaúcha das Agências Digitais), e falou para cerca de 300 pessoas.

Fonte:Redação Terra

Att

Juliana Prado Uchôa

Microsoft Student Partner

Líder do grupo CHANNEL TI